É normal o idoso cair?

As quedas tem se tornado cada vez mais comuns e são a principal causa de acidentes em idosos e por isso muitas pessoas as aceitam como um fato normal do envelhecimento, porém nem todos os idosos estão propensos à quedas. Envelhecer não significa cair, contudo deve-se ter atenção a alguns fatores que podem ser considerados de risco.

Estudos mostram que 28 a 35% das pessoas com mais de 65 anos sofrem uma quedas e com o avançar da idade esta pode chegar a 50%, sendo mais comum em mulheres.

Idosos saudáveis tendem a cair durante atividade que provocam um grande desafio ao equilíbrio (como exemplo: ir ao banco, pegar ônibus) em contra partida, idosos frágeis tendem a cair em casa durante atividades rotineiras (usar vaso sanitário, tomar banho).

O que causam as quedas no idoso?

Existem vários fatores que levam à quedas, que são divididos em intrínsecos (características do próprio indivíduo) e extrínsecos ( condições ambientais).

Fatores Intrínsecos:

  • distúrbios do equilíbrio
  • uso inadequado de medicamentos
  • problemas visuais
  • dores pelo corpo (artrite, lombalgia)
  • doenças neurológicas (Parkinson, demências, AVC)
  • fraqueza muscular

Fatores Extrínsecos:

  • objetos espalhados pelo chão
  • escadas sem corrimão
  • chão encerado
  • iluminação inadequada
  • sola escorregadia
  • uso de sapatos inadequados
  • tapetes soltos

As quedas podem resultar em graves conseqüências como: escoriações, fraturas e até mesmo traumatismo craniano (TCE), entretanto há conseqüências menos óbvias porém igualmente sérias advindas das quedas: Imobilidade, dependência, ansiedade, redução das atividades, depressão e medo de cair novamente.

Fica claro então, que quedas no idoso é uma síndrome que assim como qualquer outra necessita de tratamento adequado.

**Equipe de Fisioterapia

Deixe um comentário