Laser

Publicado em 9 de março de 2015

Laser

As principais indicações dos Lasers de baixa intensidade na prática clínica (fisioterapêutica) tem sido identificadas como sendo:

Laser

Laser

TRATAMENTO DE FERIDAS: (através do efeito de foto-bio-estimulação). Assim os lasers tem vindo a ser utilizados em condições que estão relacionadas com úlceras varicosas; úlceras diabéticas; úlceras de decúbito, particularmente onde estes casos assumiram um estatuto de cronicidade, por outro lado existe evidência que queimaduras e feridas pós-operatório respondem favoravelmente a tratamentos de radiação laser.

LESÕES DOS TECIDOS MOLES: onde se incluem lesões traumáticas inflamatórias e lesões originadas por sobrecarga (over use). A investigação tem demonstrado que a irradiação através de laser e particularmente bem sucedida em tendinopatias e situações clinicas onde hematomas estão presentes, bem como nas bursites e lesões vulgares dos tecidos moles.

DIMINUICAO DA DOR: Onde se inclui a dor aguda (dor pós-operatória) e a dor crônica (nomeadamente Herpes Zoster e neuralgias pós-herpéticas). Esta área representa uma das mais enigmáticas pois não são perfeitamente perceptíveis os mecanismos de atuação da radiação, e por outro lado os achados resultantes da investigação clínica são contraditórios.

CONDIÇÕES ARTRíTICAS: A radiação Laser tem sido utilizada nas mais diversas etiologia particularmente em situações que afetam as pequenas articulações. Uma vez mais os resultados decorrentes da investigação tanto a nível experimental laboratorial bem como clínico tem se revelado contraditórios bem como bastante variados, no entanto parece existir uma reação favorável a esta forma terapêutica.

CONTRA INDICAÇÔES: Como em qualquer outra modalidade elétrico-terapeutica, a especificação das contra indicações parece residir mais na prudência do que nos achados da investigação clinica ou experimental (só quando a investigação nesta e noutras áreas da prática clínica em fisioterapia se tornar NORMA em vez de EXCESSÃO nos poderemos pronunciar definitivamente em relação as contra indicações possíveis).

Assim temos que é contra indicado:

1- IRRADIAÇÃO DIRETA SOBRE OS OLHOS

2- IRRADIACAO DO FETO OU DO ÚTERO GRÁVIDO

3- IRRADIACAO EM AREAS ONDE UM PROCESSO NEOPLÁSICO ESTEJA EM FASE ATIVA

4- ÁREAS HEMORRÁGICAS 9CONTRA INDICACAO ABSOLUTA)

5- ÁREAS HIPOESTESICAS (PARTICULARMENTE DIMINUIÇÃO DA SENSIBILIDADE TÉRMICA E/OU DOLOROSA)

6- IRRADIACAO DE TECIDOS INFECTADOS (FERIDAS ABERTAS INFECTADAS OU DERMATITE INFECCIOSA)

7- IRRADIAÇÃO DA CARTILAGEM DE CONJUGAÇÃO EM CRIANÇAS

8- IRRADIAÇÃO DAS GÔNODAS

9- IRRADIAÇÃO DOS GÂNGLIOS SIMPÁTICOS E DO VAGO EM DOENTES COM DOENCA CARDÍACA

10- DOENTES COM DIMINUICAO DA FUNÇÃO COGNITIVA

Fonte:http://www.fisioterapiasalgado.com.br/visualiza.asp?id=85

Deixe uma resposta

Translate »