Incontinência Urinária em Mulheres Atletas

Publicado em 18 de abril de 2015

Incontinência Urinária de Esforço em Mulheres Atletas

Incontinência Urinária em Mulheres Atletas

Incontinência Urinária em Mulheres Atletas

Incontinência Urinária em Mulheres Atletas

 

 

 

 

 

 

Objetivos: Este estudo pretende verificar como os exercícios físicos podem interferir no mecanismo de controle da continência urinária em mulheres atletas, como também, relacionar as modalidades esportivas à queixa de perda urinária aos esforços.

Metodologia: Foi realizada pesquisa bibliográfica em artigos indexados na base de dados Medline, publicados no período compreendido entre 1990 e 2003, utilizando os descritores: incontinência urinária de esforço, incontinência urinária no esporte, e mulheres atletas. Também foram consultados livros, sinopses, periódicos e anais de eventos científicos encontrados em acervos de bibliotecas especializadas na área de saúde da cidade de Salvador, que apresentaram conteúdo coerente com o tema proposto.

Resultados: A atividade física habitual exerce sobre o assoalho pélvico uma hiperpressão abdominal constante que poderá atuar como mecanismo causal do enfraquecimento de músculos, fáscias e ligamentos pélvicos ou apenas como força de expulsão em uma estrutura previamente alterada por traumas, alterações congênitas ou hormonais, e envelhecimento estrutural. Com a função muscular perineal diminuída o mecanismo de contenção urinária estará prejudicado, levando às perdas urinárias durante a prática esportiva. Essa manifestação clínica é encontrada em 22 a 47% das atletas. As atividades de maior impacto são as mais freqüentemente relacionadas à incontinência urinária de esforço (IUE), enquanto que a intensidade do treinamento também mostrou-se como um importante fator que determina as perdas urinárias.

Discussão: Por se tratar de um assunto recente e pouco abordado, ainda se discute o papel do esporte na gênese da IUE em mulheres atletas, como também, permanecem obscuras questões relacionadas a frequência das perdas urinárias, o volume perdido e a distinção entre os episódios de incontinência durante o período de competição ou treinamento.

Palavras chave: Incontinência Urinária no Esporte, Mulheres Atletas

Por : MONTEIRO, Ana Tereza C. (1); ARAGÃO, José Henrique (2); LORDÊLO, Patrícia (3)

Fonte http://fisiomagazine.fisioterapiasalgado.com.br/artigos/fm1/fm1_incontinencia.htm

Deixe uma resposta

Translate »