A importância da hidrocinesioterapia em pacientes portadores de hérnias de disco

Publicado em 11 de junho de 2016

É importante ressaltar sobre o estudo da fisiopatologia clínica das hérnias discais, associando ao estudo hidrocinesioterapêutico, empregando, através deste, as técnicas e métodos em hidroterapia que podem amenizar e/ou abolir o desconforto causado pela sintomatologia apresentada por estes pacientes. Os traumatismos, distúrbios mecânicos, as tensões musculares, como também os mecanismos indiretos, são pontos consideráveis para o acontecimento de hérnias discais, que têm no seu quadro clínico, além de outros sintomas, A DOR, que impede os indivíduos de realizarem suas atividades de vida diária e ocupacionais.

Contrariamente a isso foi desenvolvido um protocolo de atendimento hidrocinesioterapêutico que é devidamente aplicado em pacientes de ambos os sexos, com faixa etária dos 15 aos 75 anos, acometidos de tal patologia, e que são submetidos, em média a 4 atendimentos por semana, obtendo resultados satisfatórios, com regressão da sintomatologia apresentada; o que também é justificado pela utilização, além das técnicas e métodos específicos, dos princípios físicos da água que proporcionam bem-estar e alívio imediato nestes pacientes. A partir daí, os efeitos fisiológicos da água aquecida nos terminais nervosos, acrescidos dos benefícios alcançados com a flutuação, são responsáveis pela descompressão, que por sua vez, diminui a pressão sobre os discos intervertebrais, liberando as estruturas nervosas envolvidas.

A ocorrência das hérnias discais na prática clínica médica e fisioterapêutica é atualmente crescente, sendo mais comuns as hérnias lombares, cervicais e em escala menor de acometimento as dorsais. E mesmo com as inúmeras técnicas cada vez mais sofisticadas de exames auxiliares para o diagnóstico, permanece a dificuldade para se localizar os fatores etiológicos precisos destas. As hérnias discais de etiologia definida são as traumáticas. Com essa realidade, ou seja, a frequente procura desses pacientes ao tratamento fisioterapêutico, em particular a hidroterapia, foi feito um estudo hidrocinesioterapêutico com desenvolvimento e aplicação de um protocolo de atendimento para esses pacientes.

São estabelecidos como objetivos desenvolver um protocolo de atendimento hidroterapêutico baseado nos métodos da hidrocinesioterapia, Bad Ragaz e Watsu para pacientes portadores de hérnias discais; determinar uma rotina de avaliação para os pacientes; aplicar as fases dos métodos referidos de acordo com o quadro clínico dos pacientes; e por fim analisar e referir os dados encontrados quanto a regressão do quadro doloroso, restabelecimento nas atividades de vida diária, atividade ocupacional e mobilidade de tronco.

É importante conhecer bem a anatomia da coluna vertebral, bem como a fisiopatologia das hérnias discais e as técnicas e métodos em fisioterapia, para que se entenda melhor a aplicabilidade das condutas fisioterapêuticas, e em particular a hidrocinesioterapia.

Os pacientes iniciam o tratamento em fase aguda, ou de agudização, sendo atendidos até a alta fisioterapêutica, com regressão total da sintomatologia apresentada. O tratamento hidrocinesioterapêutico consiste de exercícios e relaxamentos dentro da hidrocinesioterapia, Bad Ragaz e Watsu.

Quer saber um excelente local para conhecer o Watsu ? Indicamos dois locais, Juiz de Fora e outro no Rio de Janeiro.

Confira aqui

Estes pacientes são avaliados criteriosamente através de uma avaliação inicial precisa e objetiva, seguida de reavaliações para observação da evolução, e uma reavaliação final para determinação da alta fisioterapêutica e encaminhamento destes pacientes a uma atividade física aquática, podendo ser a natação e/ou hidroginástica sem atividades de impacto. As atividades futuras seriam liberadas ou não pelos profissionais responsáveis por cada paciente: Médicos e Fisioterapeutas.

São empregadas técnicas de aquecimento na água, alongamentos, fortalecimentos e relaxamentos, acompanhados de métodos especializados para um tratamento correto e eficaz das hérnias discais.

Considerando que a hidroterapia é um valioso recurso da Fisioterapia na atualidade e devido ao trabalho desenvolvido nesta área, é importante relatar a experiência profissional vivida, juntamente à satisfação dos pacientes em obter sua melhora e levar uma vida normal mesmo enquanto portadores de hérnias discais. Nesta condição, as raízes nervosas são comprometidas pela compressão exercida pela hérnia, então com os procedimentos de alongamentos e relaxamentos, auxiliados pelos efeitos da água nos terminais nervosos e mecanismo da dor todo o quadro é revertido. São estes mecanismos desde o início do trabalho com a hidroterapia que estimulam ao aprimoramento a cada dia das condutas aplicadas a estes pacientes e a aquisição de novos conhecimentos.

São estudados e empregados os conhecimentos na área dos princípios físicos da água, com seus efeitos fisiológicos, resultando nos efeitos terapêuticos e psicológicos que atuam nos pacientes, promovendo a abolição da tensão muscular e quadro doloroso, melhora da postura dos indivíduos envolvidos, recuperação de suas mobilidades comprometidas, retorno às atividades, bem-estar e acima de tudo credibilidade de uma boa qualidade de vida.

escrito por:Rosângela Guimarães de Oliveira

fonte:http://www.cienciasmedicas.com.br/artigo_view.php?id=000040009259423

Deixe uma resposta

Translate »